Os Ciclos de Opressão


Precisamos de falar sobre a Opressão e de como é que este fenómeno é vivido pelas pessoas.


O que é a Opressão?

É uma expressão de Discriminação ou de preconceito individual. Normalmente, quando se aborda este fenómeno, estamos perante uma visão onde a Opressão ocorre do ponto de vista de camadas ou de adições, como por exemplo: A Transfobia ou a Xenofobia.



Os Ciclos de Opressão


(Fonte: The Social Justice Advocate's Handbook de Sam Killerman)



Diferença - Antes de tudo, para que haja um sistema de opressão é preciso que se reconheça e identifique a diferença. Para termos a percepção da diferença, precisamos observar determinadas atitudes, comportamentos, pensamentos, crenças, ideias, imagens corporais, entre outros, que diferem com aquilo que nós percepcionamos no mundo, além do que a sociedade nos ensina.


Estereótipo- Generalização de ideias preconcebidas ou simplista de um determinado grupo ou de uma única pessoa. Estes estereótipos, podem ser positivos ou negativos.

Estereótipo Positivo - Inferioriza as qualidades da pessoa ou grupo

Estereótipo Negativo - Elevar as qualidades da pessoa ou grupo


Preconceito - Pré-Conceito ou ideia simplista, além de generalista sobre uma determinada pessoa ou grupo de pessoas. Tende a criar crenças e ideias negativas sobre a pessoa ou grupo, apesar de este fenómeno não fazer qualquer tipo de sentido.


Discriminação - Fenómeno individual complexo. Acontece quando uma pessoa tende a criar diversas limitações e/ou obstáculos ao acesso ou de obter determinados recursos. Este fenómeno acontece no ponto de vista individual, contrariamente a uma Opressão.


Opressão - É um fenómeno social e institucional complexo. Este acontecimento ocorre quando existe uma discriminação a nível social e institucional que cria diversas limitações/obstáculos ao acesso a determinados serviços ou de obter recursos essenciais.


Opressão Internalizada/Fobia Internalizada - Ocorre quando a pessoa direcciona a opressão e/ou fobias (homofobia internalizada/transfobia internalizada) contra si. Acredita e defende crenças negativas sobre uma determinada caracteristica. Este fenómeno pode ser deveras perigoso, uma vez que pode por em perigo a vida da própria pessoa, como por exemplo: presença de comportamentos suicidários.