Violência de Género, as suas Violências e Consequências.


A Violência de Género diz respeito a todo o ato, único ou repetitivo, de violência contra sobretudo mulheres e meninas por conta do seu próprio género.

O Clima de Violência de Género é muito frequente em muitos países do continente africano, na América central, América do Sul, alguns países asiáticos e Europa de Leste.


Segundo a Organização Mundial da Saúde (2002), o significado de violência resiste no: "Uso intencional da força física e/ou poder, real ou ameaça, contra si própria, outra pessoa ou contra uma comunidade e grupo, que resulte ou tenha

possibilidade de resultar uma lesão, morte, dano psicológico, deficiência de desenvolvimento ou privação.”


A Violência não é apenas o ato físico.



Existem vários tipos de violência que podem levar a cabo a uma discriminação ou opressão por conta do género como:


- Violência Doméstica;

- Violência Psicológica e Emocional;

- Violência Física;

- Violência Verbal;

- Violência Económica;

- Violência Social;

- Violência Sexual;

- Stalking

- Outing

- Mobbing

- Bullying

- Feminicídio;


Vamos passar a falar de cada um deles, detalhadamente:


Violência Doméstica

Segundo a APAV, definem este fenómeno como: " infligir maus tratos físicos ou

psíquicos uma ou várias vezes, sobre cônjuge ou ex cônjuge, unido/a de facto ou ex unido /a de facto, namorado/a ou ex namorado/a ou progenitor de descendente comum em 1 º grau, quer haja ou não coabitação (...). Também pratica o crime de violência doméstica quem infligir maus tratos

físicos ou psíquicos, uma ou várias vezes, sobre pessoa particularmente

indefesa em razão da idade, deficiência, doença, gravidez ou

dependência económica, desde que com ela coabite.


Violência Emocional e Psicológico

Corresponde ao comportamento, único ou repetitivo, em que não

verbalmente ou verbalmente, a pessoa agressora utiliza maneiras de ferir

emocionalmente e psicologicamente a vítima, de modo a que a mesma se

sinta inútil, incapaz e frágil.

Exemplos: Ignorar, menosprezar, insultar, controlar, intimidar, criticar,

desvalorizar, culpar, perseguir, castigar, ameaçar, utilizar a técnica do

silêncio, etc.


Violência Física

Corresponde ao comportamento, único ou repetitivo, através da força

física ou da utilização de objectos, que a pessoa agressora utiliza, de modo a

ferir fisicamente a vítima.

Exemplos: Pontapear, Empurrar, chicotear, bater com paus ou outros

objectos, queimar, esmurrar, etc.


Violência Verbal

Corresponde ao comportamento, único ou repetitivo, de modo verbal, em

que pessoa agressora utiliza formas de ferir a vítima.

Exemplos: Manipular, insultar, humilhar, ameaçar, etc.


Violência Económica

Corresponde ao comportamento, único ou repetitivo, através do controlo

por parte da pessoa agressora do dinheiro e das posses da vítima.

Exemplos: Controlo do dinheiro, controlo no ordenado, controlo do estrato

bancário, ameaçar deixar de ajudar financeiramente, etc.


Violência Social

Corresponde ao comportamento, único ou repetitivo, através do controlo

por parte da pessoa agressora do meio social e vida social da vítima;

Exemplos: Controlar os meios tecnológicos (telemóvel, computador, etc ) da

vitima, controlar ou impedir as saídas com amigos ou estar com familiares,

etc.


Violência Sexual

Corresponde ao comportamento, único ou repetitivo, de forçar a vítima a realizar determinadas actividades de cariz sexual.

Exemplos: Relações sexuais sem consentimento, visionamento de pornografia forçada, relações sexuais desprotegidas, relações sexuais com outras pessoas sem consentimento, etc.


Stalking

Corresponde ao comportamento, único ou repetitivo, de intimidar e controlar os passos da vítima.

Exemplos: Perseguir a vítima, controlar os horários da vítima, ligar anonimamente, etc.


Outing

Corresponde ao comportamento, único ou repetitivo, de manipular e chantagear a vítima, ameaçando revelar a orientação sexual ou identidade de género, ou características sexuais (em caso de pessoas intersexo), da vítima.


Mobbing

Corresponde ao comportamento, único ou repetitivo, de intimidar e controlar, humilhar, assediar a vítima no local de trabalho.

Exemplos: Humilhar na presença dos colegas, destruir o trabalho da vítima, assediar sexualmente a vítima, espalhar boatos, insultar, rebaixar, etc.


Bullying

Corresponde ao comportamento, único ou repetitivo, de intimidar e controlar, humilhar, assediar a vítima em contexto escolar.

Exemplos: Humilhar perante colegas, menosprezar, rebaixar, agredir, destruir os materiais escolares, roubar dinheiro, objectos pessoais ou comida, etc.


Feminicidio

Diz respeito a um crime de ódio, praticado pelo agressor, utilizando diversas violências. Ocorre, portanto, um assassinato de uma mulher. Acontece por questões de género da vítima.